domingo

Atletas de Ubaitaba e Ubatã faturam ouro inédito no Mundial de Canoagem

Isaquias (Ubaitaba) e Erlon(Ubatã) faturaram o ouro na categoria dupla.(Foto:Divulgação) 

Especialista no C1 1.000m, Isaquias Queiroz aceitou se arriscar a remar duas provas às quais não está acostumado no Mundial de Canoagem Velocidade de Milão. Não ficou contente com o bronze no C1 200 metros, sábado, 22, e neste domingo, 23, pela primeira vez na carreira, ganhou uma medalha de ouro em provas olímpicas em Mundiais ao chegar na frente do C2 1.000m, junto com Erlon de Souza. As mudanças foram definidas pelo técnico espanhol Jesus Morlán, que alterou o plano de treinos de Isaquias para que o baiano pudesse classificar o Brasil para mais duas provas na Olimpíada, uma vez que no C1 1.000m o país-sede já tem convite para o Rio-2016. Mas os critérios definidos pela Federação Internacional de Canoagem (ICF, na sigla em inglês) são claros ao apontarem que, caso um mesmo atleta conquiste vaga olímpica para o seu país em duas ou mais provas do Mundial, vale aquela para a embarcação maior.Isso significa que, com a classificação do C2 1.000m, fica cancelada a vaga no C1 200m, que agora precisará ser obtida pelo Pré-Olímpico Pan-Americano. Mas isso não deverá ser problema pelo que vem mostrando Isaquias. * A Tarde.

Nenhum comentário: