quarta-feira

Em CPI, Youssef afirma que Aécio Neves foi beneficiário da propina em Furnas


Em depoimento prestado à CPI da Petrobras, nesta terça-feira (25), o doleiro Alberto Youssef, principal delator da Operação Lava Jato, afirmou que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) recebeu recursos desviados de Furnas quando ainda era deputado federal. Em resposta ao deputado federal Jorge Solla (PT), que o indagou sobre trechos da sua delação premiada, o doleiro reiterou o envolvimeto do tucano "por conta do que eu escutei do deputado José Janene, que era meu compadre e eu era operador dele”, afirmou. O doleiro ainda declarou que o ex-deputado José Janene (PP-PR) - morto em 2010, e que havia sido condenado por sua participação no esquema do Mensalão - contou que operava um esquema de corrupção dentro de Furnas e que o senador mineiro seria um dos beneficiários.  A declaração de Youssef já havia sido feita em depoimento ao Ministério Público durante as investigações da Operação Lava Jato. Segundo Youseff, Aécio recebia o dinheiro "através de sua irmã". O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu o arquivamento da investigação envolvendo o tucano. A PGR entendeu que as informações reunidas sobre o presidente do PSDB não foram suficientes para que ele seja investigado, e por isso, sugeriu o arquivamento da denúncia ao ministro Teori Zavascki. (Bocão News)

Nenhum comentário: