quinta-feira

Juros do crédito rural a pessoas físicas subiram mais de 37% em julho


Os juros do crédito rural subiram com força em julho, quando os bancos aceleraram os repasses dos recursos do Plano Safra. As taxas de juros dos empréstimos destinados às pessoas físicas do setor subiram 37,3% em julho, ante o mês anterior. Em comparação com o mesmo mês do ano passado, a alta foi de 44,6%, segundo dados do Banco Central divulgados nesta quarta (26). A alta nas taxas tem sido alvo de reclamações dos produtores, que também se queixam de maiores exigências dos bancos e demora na liberação dos recursos, como a Folha mostrou na segunda (24). As taxas reguladas passaram de 5,5% para 7,7% na comparação mensal, enquanto as de mercado foram de 17,3% para 18,4%. As concessões de empréstimo também cresceram. No mês, a alta foi de 10%, para R$ 7,34 bilhões. Quase a totalidade dos recursos (R$ 7,02 bilhões) foi emprestada a taxas reguladas. No ano, no entanto, os empréstimos ao setor rural ainda caem 17%.

Nenhum comentário: