terça-feira

Jequié: Onda de homicídios na cidade tem relação com o tráfico de drogas, diz delegado

Delegado Fabiano Aurich. Foto: Blog Marcos Frahm 

A Polícia Civil de Jequié investiga os crimes que deixaram nove mortos na cidade entre quinta-feira (27/8) e a tarde deste domingo (30). Para o delegado Fabiano Aurich, coordenador da 9ª Coorpin, oito dos nove assassinatos tem relação com o tráfico de drogas. Segundo a autoridade policial, apenas Alessandro Santana Valasques, 24 anos, morto a tiros por volta das 23h30 de sexta-feira (28), na Rua da Linha, no Barro Preto, não tinha envolvimento com o tráfico e os atiradores teriam ido matar o seu irmão, ”Rafinha”, que fugiu e deixou Alessandro na mira dos criminosos. Aurich, em entrevista na manhã desta segunda-feira no programa Jequié Urgente, da Rádio 93 FM, afirmou que, quatro homicídios já foram elucidados e, para ele, o fato de Jequié sediar um Presídio coloca o município na dianteira do tráfico de drogas no interior. ”Os crimes têm relação com o tráfico de drogas sim. Nós, Polícia Civil, juntamente com a Polícia Militar, estamos realizando operações para garantir a tranquilidade à população, pois muitas informações desencontradas nas redes sociais surgiram durante o final de semana, com pessoas querendo causar uma sensação de terror na cidade. O trabalho da polícia não para, mas nós precisamos da colaboração da população, para que denuncie, que repasse informações sobre esses meliantes que se relacionam com o crime e é preciso ter cuidado com as informações nas redes sociais, para não piorar a situação, para não divulgar o que não está acontecendo e atrapalhar as investigações. Nós recebemos a recomendação do governador Rui Costa, e também do secretário de segurança do estado para combater o crime em Jequié e nós vamos combater. O objetivo agora é chegar aos autores”. Ao todo, foram 9 assassinatos e um auto de resistência. Um homem de pré-nome ”Linho” teria resistido a voz de prisão no bairro KM 4 e tombou em confronto com policiais. *Blog Marcos Frahm

Nenhum comentário: