terça-feira

Bancários aceitam acordo de 10% e greve de 21 dias termina

Assembleia aconteceu no Ginásio dos Bancários, nos Aflitos
Após 21 dias de greve, os funcionários dos bancos privados, da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil, na Bahia, decidiram pelo fim da paralisação nesta segunda-feira, 26.  Os bancários do Banco do Nordeste optaram pela manutenção da greve. A categoria se reuniu em assembleia nesta segunda no Ginásio de Esporte, na ladeira dos Aflitos, Centro de Salvador.  Eles aceitaram a proposta ofertada pela Federação Nacional do Bancos  - Fenaban, que prevê o reajuste de 10% para os salários; Participação nos Lucros e Resultados (PLR) e piso e índices de 14% para os vales-refeição e remuneração.  Além disso, a Federação aceitou abonar 63% do total de 84 horas para os bancários com jornada de seis horas e 72% do total de 112 horas para quem tem jornada de oito horas. Deste modo, a compensação será de uma hora por dia útil até o dia 15 de dezembro. (Atarde online)

Nenhum comentário: