segunda-feira

Exportação de cacau em larga escala depois de vinte anos é boa notícia para a Bahia

A última semana trouxe boas notícias para a economia baiana. 

Depois de 20 anos, o estado voltou a exportar cacau em larga escala para o exterior. Segundo o jornal A Tarde, a multinacional americana Cargill concluiu o carregamento de seis mil toneladas de amêndoas de cacau, que estão sendo transportadas do porto de Malhado, em Ilhéus, para a Holanda.  Nas últimas décadas, a saída de cacau da Bahia para outros países se resumia a pequenas remessas. A região Sul baiana costumada ser reconhecida pela exportação de cacau até o final dos anos 80, quando uma praga conhecida como vassoura de bruxa destruiu a produção. "Já vínhamos falando há muito tempo que o Brasil é autossuficiente em cacau", analisa o presidente do Instituto Pensar Cacau (IPC), Agdo Muniz, em entrevista ao jornal A Tarde.  Em nota, a Cargill ressaltou que essa exportação foi pontual, em decorrência da boa safra brasileira e a baixa demanda local pelo produto.

Nenhum comentário: