quarta-feira

Itamari: Prefeito é afastado em operação da PF que investiga desvios do Fundeb

Valter Andrade foi afastado do cargo pela Justiça Federal 

O prefeito de Itamari, no extremo sul, Valter Andrade da Silva Júnior (PCdoB), foi afastado do cargo durante operação da Polícia Federal (PF), ocorrida na manhã desta terça-feira (5). O gestor é acusado de desvios de mais R$ 4 milhões em recursos do Fundeb [Fundo para Educação Básica] no ano de 2013. A Operação Nota Zero também afasta a primeira-dama, secretária de educação à época, além da atual titular da pasta de educação e do procurador do Município. Os mandados são de afastamento das funções públicas e de acesso a órgãos públicos. Outros 15 mandados de condução coercitiva são cumpridos e afetam servidores da prefeitura. De acordo com o delegado federal Rodrigo Kolbe, a aplicação dos recursos do Fundeb foi feita de forma fraudulenta. “O gestor recebeu mais de R$ 4 milhões para serem empregados em um mínimo de 200 dias letivos, só que esse recurso foi gasto em menos de dois terços do tempo previsto”, disse em entrevista ao Bahia Notícias. A acusação partiu de vereadores. Ainda conforme o delegado, o gestor teria falsificado documentos de comprovação de dias letivos, enxertado aulas aos sábados e feriados, entre outras irregularidades. A verba do Fundeb é destinada a gastos como material didático, fardamento e transporte escolar, por exemplo. Os mandados cumpridos nesta terça foram autorizados pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região, em Brasília (DF). (Bahia Notícias)

Nenhum comentário: