sexta-feira

Professora é condenada por publicar no Facebook pesquisa eleitoral sem registro


A Justiça Eleitoral de Cícero Dantas condenou uma professora a pagar multa no valor de R$ 53,2 mil por divulgar no Facebook uma pesquisa eleitoral sem registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O levantamento com as intenções de voto para prefeito na cidade de Antas apontava vantagem para candidata Roberta de Agnaldo (PP). A ação protocolada pela chapa adversária, liderada pelo candidato Sidonio Nilo (PSL), também era contra a Roberta. No entanto, o juiz José Brandão Netto entendeu que não haviam provas da participação da candidata no caso. Sidonio também levou a melhor nas urnas, com 57,55% dos votos válidos. (Bahia Notícias)

Nenhum comentário: