terça-feira

Após demissões, obras da Fiol no sul da Bahia param mais uma vez

Máquinas estão sendo retiradas do pátio da CTP, em Barra do Rocha. 

O trecho que compõe o Lote 1 da Ferrovia Oeste-Leste (FIOL), entre os municípios de Barra do Rocha e Ilhéus estão praticamente parados, segundo informações colhidas pela reportagem do GIRO. Na última semana vários trabalhadores que prestavam serviços a CTP Consórcio Trail Pavotec foram demitidos. “A ordem é que fiquem apenas os vigias”, disse um ex-funcionário. Desde o início do ano já foram desligados mais de 1.000 trabalhadores. Essa é a terceira vez que os serviços são paralisados nesse trecho, o mais atrasado de todos os cinco. Iniciada em 2011, o cronograma de conclusão era para dezembro de 2015, para o Lote 1. A Valec, empresa de engenharia ligada ao Ministério dos Transportes e que coordena as obras da ferrovia, informa que houve corte de gastos do governo por causa da atual crise financeira. A empresa diz ainda que o governo está trabalhando para regularizar a situação, mas não há prazos. A principal finalidade da ferrovia é transportar minérios de ferro a partir de Caetité, cidade onde fica a Bahia Mineração. O minério deve ser levado ao Porto Sul, que deve ser construído perto de Ilhéus. No entanto, muitos baianos já não acreditam na finalização da obra. (Giro em Ipiaú)

Nenhum comentário: