quarta-feira

Barra do Rocha participa de encontro da Amurc que destacou efeitos da Crise

Presidente da UPB, Maria Quitéria, destaca efeitos da crise (Foto: Divulgação) 

A Associação dos Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste da Bahia (AMURC) realizou, nesta terça-feira (20), em Itabuna, um encontro com prefeitos que compõem o Consórcio para discutir os efeitos da crise nos municípios baianos. O evento contou com a participação da presidente da UPB e prefeita de Cardeal da Silva, Maria Quitéria. Durante o encontro foi demonstrado que 45% das prefeituras baianas estão com os salários dos servidores em atraso, e que a crise pode afetar o transporte escolar, transporte de pacientes, corte na oferta de exames laboratoriais, corte nas equipes de saúde da família, redução na oferta de remédios e paralisação de obras e operação de máquinas e suspensão de recuperação de estradas.

Secretária de Educação representou prefeita Vera no encontro (Foto: Divulgação)

Em virtude da crise, alerta Maria Quitéria, muitas prefeituras reduziram a carga horária dos servidores, cortaram diárias, gratificações e horas-extras, reduziram despesas administrativas, cortaram verbas de publicidade e eventos e promoveram a redução de secretarias, de cargos e salários. A prefeita de Barra do Rocha, representada no encontro pela Secretária de Educação, Jeruza Rocha, demonstrou preocupação com o cenário de crise. “A crise não é apenas em Barra do Rocha. Todos os municípios brasileiros são afetados de alguma forma e cidades de menor porte, como é o nosso caso, são as quem mais sofrem com os efeitos da crise”, disse Vera, lembrando que sua gestão vem tomando uma série de medidas para enfrentar os momentos de dificuldades. (Ascom PMBR)

Nenhum comentário: