quinta-feira

Detentos do Presídio de Ilhéus se preparavam para fugir por túnel

Túnel tem cerca de 10 metros de comprimento (Foto: Divulgação) 

Um túnel aberto no presídio Ariston Cardoso, na cidade de Ilhéus foi localizado por agentes penitenciários nesta quarta-feira (7) e a descoberta frustou tentativa de fuga em massa de detentos. Ninguém conseguiu fugir. Segundo o major Gustavo Henrique Dantas Rebouças, diretor do presídio, o túnel tem cerca de 10 metros de comprimento e a suspeita é de que ele tenha começado a ser aberto há dois meses. O buraco liga o Módulo I, onde estão detidos 240 pessoa, à parte externa da cadeia. "O túnel tem dimensão muito grande. Foi aberto na área onde ocorre o banho de sol do módulo 1. Nessa parte do presídio, ficam presos de uma facção criminosa que age em Ilhéus e região e também presos das cidades de Una, Canavieiras, Itacaré e Uruçuca", disse o major. Conforme o diretor do presídio, o túnel foi descoberto com a ajuda de uma retroescavadeira após denúncias. Segundo ele, o buraco não foi localizado antes porque estava "camuflado". Os detentos usaram ferramentas artesanais - uma delas feita com peças de um ventilador - para abrir o túnel e retiravam a terra com baldes e sacos plásticos. A direção do presídio, no entanto, ainda não sabe quais presos ajudaram na escavação. *Informações do G1

Nenhum comentário: