segunda-feira

Planalto quer acelerar saída de Cunha da presidência, diz jornal

Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil 

O Palácio do Planalto vai orientar os aliados no Congresso Nacional para acelerar a saída do deputado federal Eduardo Cunha (PMDB) da presidência da Câmara. De acordo com a Folha de S. Paulo, a equipe de Dilma Rousseff avalia que a medida pode evitar um cenário de paralisia e que a situação ficou insustentável com as novas revelações sobre as contas na Suíça. O Planalto teve que, caso o parlamentar consiga se manter no cargo, pode atrapalhar ou paralisar votações de seu interesse e contribuir para a crise econômica. Mesmo assim, o governo acredita que Cunha perdeu a credibilidade para comandar o processo de impeachment de Dilma. Caso o peemedebista renuncie, quem assume é o vice-presidente, Waldir Maranhão (PP-MA). Ele teria cinco sessões para convocar novas eleições e o novo presidente assumiria até janeiro de 2017.

Nenhum comentário: