domingo

Populares lincham 04 homens acusados de matar agente de saúde em Camamu

Agente de saúde teria sido estuprada e morta por seis homens em Camamu. 

Na tarde de sexta-feira (20) a comunidade da cidade de Camamu, do Distrito do Acaraí e da comunidade da Brahma viveram momentos de pânico e terror após populares lincharem e matarem, com requintes de crueldade, quatro homens suspeitos de ter envolvimento no estupro e assassinato da agente de saúde Lecy Mendes Brito, na última terça-feira (17). Segundo informações de populares, várias pessoas se revoltaram após tomarem conhecimento da identidade dos possíveis autores do estupro e assassinato da agente de saúde. Após um deles ter sido pego e denunciado os outros, populares se uniram e localizaram os acusados, linchando-os até a morte, conforme publicou o blog Diário de Camamu. Um dos supostos envolvidos, um menor morador de Ubaitaba, teria sido detido pela Polícia Civil, para prestar depoimento, por suspeita no envolvimento do crime. Mas foi liberado até que o caso fosse apurado. Ao voltar para casa, o carro onde estava foi interceptado nas proximidades do distrito do Acaraí, quando homens cercaram o carro e o tiraram  a força matando-o em seguida. Segundo informações da Polícia, esse mesmo indivíduo já era suspeito de ter matado uma outra pessoa a uma semana antes em Camamu. Um outro homem, conhecido como Índio, seria um dos autores e teria revelado os outros envolvidos. Comenta-se que o assassinato de Lecy teria sido praticado por 6 homens.   
Amigos da vítima e populares, numa atitude de revolta saíram em busca de todos os suspeitos nas proximidades de Camamu, Acaraí e Brahma, levando-os ao mesmo local onde teriam praticado o crime para matá-los. Foi uma ação muito rápida, e que deixou a população em pânico. A polícia local não conseguiu conter a iniciativa dos “vingadores”. No total foram 4 mortes, sendo que um dos corpos teve seus órgãos genitais arrancados e outro homem foi queimado. Apesar do pânico e da situação alarmante onde a população tem se revoltado contra crimes bárbaros e feito ‘justiça com as próprias mãos’, boa parte da população do município parecia favorável a vingança pelo crime que abalou a cidade no último dia 16 quando a agente de saúde saiu para ir trabalhar na localidade da Brahma, onde também prestava serviço, e foi surpreendida por indivíduos que a estupraram coletivamente, e a mataram com requinte de crueldade. O corpo da agente de Saúde, Lecy Mendes Brito foi encontrado na região da Brahma no dia seguinte dentro do mato. A vítima apresentava várias manchas no corpo, as pernas estavam quebrada, além de há indícios de violência sexual. O corpo de Lecy foi sepultado na quarta-feira (18) e comoveu a cidade de Camamu por ser uma pessoa querida e por ter sido um crime bárbaro. *Com informações do blog Diário de Camamu

Nenhum comentário: