quarta-feira

Reajuste do mínimo em 2016 pode ser adiado pelo governo federal

Equipe Econômica do governo estuda adiar reajuste (Foto: Divulgação) 

A equipe econômica do governo federal estuda a possibilidade de adiar os reajustes no salário mínimo de janeiro para maio do ano que vem. O aumento salarial para os servidores também deve ser modificado, de agosto para dezembro de 2016. As ações seriam uma forma de reduzir os gastos do governo e realizar o esforço fiscal prometido, de R$ 43,8 bilhões. As informações foram confirmadas por duas fontes de O Globo. Embora considerado, o adiamento dos reajustes não é consenso entre a equipe. Parte do grupo acredita que o adiamento vai desgastar ainda mais o governo e não resolveria o problema do Orçamento 2016. Outro motivo para discordância é o risco de derrubar ainda mais a atividade econômica num ano em que o Produto Interno Bruto (PIB) terá nova retração, estimada em 1,9%. (Bahia Notícias)

Nenhum comentário: