terça-feira

Empresa começou a bombardear nuvens em Itabuna


A empresa contratada por agricultores, pecuaristas e prefeituras de Itabuna, Itajuípe, Ilhéus e Uruçuca iniciou nesta segunda-feira o bombardeamento de nuvens com produtos químicos para provocar chuvas no sul da Bahia. As primeiras ações ocorreram na região de Castelo Novo, onde fica uma das três estações de captação de água de Itabuna, segundo o presidente do Instituto Pensar Cacau, Águido Muniz.  A operação deu os primeiros resultados, com pancadas de chuva na região em que o trabalho foi realizado. As ações para provocar a precipitação de chuvas serão feitas por um período de trinta dias, podendo ser prorrogadas. Os serviços de nucleação de nuvens estão sendo feitos pela empresa ModClima, de São Paulo. Ela foi fou contratada por R$ 180 mil, dos quais a Prefeitura de Itabuna vai pagar R$ 60 mil.  O bombeamento das nuvens será feito principalmente nas nascentes dos rios que abastecem os quatro municípios e as regiões dos produtores que aderiram à campanha. Nesta segunda-feira a Prefeitura de Itabuna também anunciou a contratação de mais 40 carros-pipas para atender principalmente os bairros em situação mais crítica, escolas, postos de saúde e hospitais.  (A Região)

Nenhum comentário: