sexta-feira

Ubatã e Gongogi continuam entre os piores municípios em desenvolvimento na Bahia

Município subiu uma posição em relação ao levantamento anterior

A Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (FIRJAN) divulgou nesta quinta-feira (03) mais um levantamento do IFDM (Índice FIRJAN de Desenvolvimento Municipal), com base no ano de 2013. De acordo com os dados mais recentes da entidade, na nova lista, o município de Gongogi aparece como o pior da Bahia em Desenvolvimento com o um índice de 0,3628. O município de Ubatã aparece como o 8° pior em desenvolvimento com um índice de 0,3831. Os dois municípios continuam desde o levantamento anterior entre os piores.  Guanambi, na região oeste, assumiu o posto de Luís Eduardo Magalhães, na mesma região, e é atualmente o município mais desenvolvido da Bahia. As dez cidades baianas com melhor desenvolvimento (todas no nível moderado) são: Guanambi, Lauro de Freitas, Mata de São João, Santo Antônio de Jesus, Luís Eduardo Magalhães, Brumado, Camaçari, Salvador, Porto Seguro e Simões Filho. Os manicípios de Igaporã e Jussara não foram pesquisados por não apresentarem dados suficientes.  O IFDM – Índice FIRJAN de Desenvolvimento Municipal – é um estudo do Sistema FIRJAN que acompanha anualmente o desenvolvimento socioeconômico de todos os mais de 5 mil municípios brasileiros em três áreas de atuação: Emprego & renda, Educação e Saúde. Criado em 2008, ele é feito, exclusivamente, com base em estatísticas públicas oficiais, disponibilizadas pelos ministérios do Trabalho, Educação e Saúde. (Notícias de Ubatã)

Nenhum comentário: