sexta-feira

Morre artesão de Jequié vítima de incêndio criminoso em Itacaré

Quadro de saúde do jovem se agravou nas últimas horas. 

O jovem jequieense César Alves Borges, que sofreu 70% de queimaduras no corpo, após incêndio criminoso na barraca em que dormia na cidade de Itacaré, não resistiu às gravidades do ferimentos e morreu na noite de quinta-feira (7/1), na unidade de queimados do Hospital Geral de Santo Antônio de Jesus. O atentado contra César que trabalhava com a comercialização de artesanato ocorreu na madrugada de 3 de janeiro. Ele foi conduzido inicialmente para o Hospital Geral Luiz Viana Filho, em Itabuna e, posteriormente transferido para a unidade especializada em queimados do hospital público de Santo Antônio de Jesus. De acordo o que havia sido postado nas redes sociais por seus familiares, o jovem foi submetido a uma cirurgia na terça-feira (4), para retirada da pele queimada, reagia bem ao pós-cirúrgico, porém o que seu quadro clínico agravou-se nas últimas horas, não resistindo a uma parada cardíaca vindo a falecer. O seu corpo deverá chegar a Jequié nas próximas horas em Jequié, onde será sepultado.*Com informações do Jequié Urgente.

Nenhum comentário: