domingo

Itamari: Alvos de operação da PF, prefeito e mais quatro pessoas não podem deixar o município sem autorização


Após ser alvo de investigação da Polícia Federal na última quarta-feira (23), o prefeito do município de Itamari, Valter Andrade Junior, popular ”Nego” (PCdoB), está proibido de deixar a cidade sem antes avisar as autoridades. A medida é válida também para a esposa do prefeito, a secretária de educação, o chefe do setor de recursos humanos e o procurador do município. Os cinco suspeitos são apontados pela PF como mentores de um esquema de desvio de dinheiro da Secretaria Municipal de Educação. Na operação, agentes da PF cumpriram mandados de busca e apreensão de documentos e computadores na sede da prefeitura de Itamari. Caso contrariem a medida cautelar imposta, os investigados poderão ser presos e, caso condenados, poderão pegar até 20 anos de prisão pela prática de diversos crimes cometidos.  (Diário Paralelo)

Nenhum comentário: