quarta-feira

Planilha da Odebrecht conta com 38 políticos baianos beneficiados

Montagem | Ag. A TARDE 

Trinta e oito políticos baianos são mencionados nas planilhas apreendidas pela Operação Lava Jato, da Polícia Federal, como beneficiários de doações pecuniárias feitas pelo Grupo Odebrecht. Alguns deles são chamados por apelidos. A lista tem mais de 200 políticos de todo o país, filiados a mais de dez partidos. Ainda não é possível afirmar se as doações foram feitas legalmente, por isso o juiz Sergio Moro pediu o sigilo das planilhas. Antes disso, porém, houve ampla divulgação pela imprensa. Entre os 38 nomes estão o ex-governadores Jaques Wagner (PT), atual secretário especial da Presidência da República, e Paulo Souto (DEM), atual secretário da Fazenda do prefeito ACM Neto (DEM), que também aparece na lista como beneficiário das doações da empreiteira. Os presidentes do Legislativo estadual e de Salvador, Marcelo Nilo (PSL) e Paulo Câmara (PSDB) , respectivamente, também são mencionados. Deputados federais, estaduais, vereadores e secretários integram a parte baiana da extensa lista . Os documentos foram apreendidos com Benedicto Barbosa Silva Júnior, conhecido como "BJ", presidente da Odebrecht Infraestrutura e um dos principais interlocutores do empresário Marcelo Odebrecht na alocação de recursos a campanhas políticas. Veja a lista com os 38 políticos baianos.

Nenhum comentário: