terça-feira

STJ nega recurso do ‘Japonês da Federal’ em caso de corrupção


O Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou um recurso de três agentes da Polícia Federal investigados pela Operação Sucuri, deflagrada em 2003. Entre os réus envolvidos está Newton Hidenori Ishii, que ficou conhecido como “Japonês da Federal” por conta da sua atuação na Operação Lava Jato. A Operação Sucuri apura a atuação de 19 policiais federais, além de agentes da Receita Federal e da Polícia Rodoviária Federal. Eles teriam facilitado o contrabando no país pela fronteira com o Paraguai. Segundo o G1, o advogado de Ishii e outros 14 réus afirma que os processos correm em segredo de justiça. O ‘Japonês da Federal’ responde a três processos por conta da operação, sendo um na esfera criminal, outro administrativo e um terceiro por improbidade administrativa. (Bahia Notícias)

Nenhum comentário: