terça-feira

Jucá pede licença do cargo após áudios apontarem tentativa de ”estancar” Lava Jato

Cai o ministro Jucá. (Foto: Edilson Rodrigues|Agência Senado) 

O ministro do Planejamento, Romero Jucá, pediu licenciamento do cargo nesta segunda-feira (23). Aos gritos de “golpista”, o chefe da pasta anunciou em entrevista coletiva que se afastará já a partir desta terça (24). Ele declarou que permanecerá licenciado até que o Ministério Público Federal (MPF) apresente parecer sobre um áudio divulgado nesta segunda pelo jornal Folha de S. Paulo, em que aparece afirmando que é preciso “estancar a sangria” provocada pela Operação Lava Jato, na qual é investigado. ”Vamos aguardar a manifestação do Ministério Público com toda a tranquilidade”, disse. Jucá disse se sentir ”seguro” de que não cometeu nenhum crime. ”Estou consciente que não cometi nenhuma irregularidade e muito menos qualquer ato contra a apuração da Lava Jato”, afirmou. Com a licença, ele reassume a presidência do PMDB. (Folha)

Nenhum comentário: