quinta-feira

ONU aceita petição de Lula que acusa Moro de violar direitos humanos

Lula acionou a ONU contra o Juiz Federal Sérgio Moro 

O Alto-Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (Acnudh) aceitou, preliminarmente, a petição enviada ao colegiado pelos advogados do ex-presidente Lula, em que acusa o juiz Sergio Moro, responsável pelos processos em primeira instância da Operação Lava Jato, de violar direitos humanos do petista. A informação foi dada nesta quarta-feira (26), em nota, pela defesa do ex-presidente. Segundo os advogados, o comunicado informa que o governo brasileiro foi intimado a apresentar, no prazo de dois meses, “informações ou observações relevantes à questão da admissibilidade da comunicação”. Entre as violações apontadas na peça, protocolada em julho, está a condução coercitiva do petista em março deste ano, além da divulgação de interceptações telefônicas do ex-presidente, nas quais, em algumas delas, aparecem a ex-presidente Dilma Rousseff, na época ainda no cargo. Avançamos mais um passo na proteção das garantias fundamentais do ex-presidente com o registro de nosso comunicado pela ONU. A data é emblemática porque justamente hoje nos encontramos em Boston, para discutir o fenômeno do ‘lawfare’ com especialistas da Universidade de Harvard. É especialmente importante saber que, a partir de agora, a ONU estará acompanhando formalmente as grosseiras violações que estão sendo praticadas diariamente contra Lula no Brasil’, diz a nota assinada por Cristiano Zanin Martins, um dos advogados do petista. (A Tarde)

Nenhum comentário: