terça-feira

Odebrecht lucrava € 4 milhões por cada € 1 milhão em propina, diz MP suíço


O Ministério Público da Suíça acredita que o esquema de propina que envolvia a Petrobras era altamente lucrativo para a empreiteira, com retorno de até 400%. Segundo os investigadores, a empresa lucrava 4 milhões de euros em contratos com a estatal para cada 1 milhão de euros pago para políticos e funcionários. Além disso, as contas secretas mantidas pela Odebrecht na Suíça teriam financiado de forma “regular” campanhas políticas, partidos ou políticos no Brasil. De acordo com o Estado de S. Paulo, o MP acredita que pelo menos 66,5 milhões de francos suíços (cerca de R$ 210 milhões) foram pagos em propinas nestas contas. Estas informações constam nos documentos que o Ministério Público da Suíça utilizou para multar a empreiteira brasileira em US$ 200 milhões, no âmbito do acordo de leniência da empresa. “Os interesses fiscais públicos do Estado brasileiro foram afetados: a comunidade pagou um preço inflacionado pela realização dos projetos dados para a Odebrecht e também financiou a propina”, afirmou o MP suíço.

Nenhum comentário: