quarta-feira

Senado decide que não cumprirá decisão do STF sobre afastamento de Renan

Renan Calheiros foi afastado da presidência do Senado pelo STF

A Mesa Diretora do Senado decidiu nesta terça-feira (6) que não vai cumprir a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello, de afastar o presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL). De acordo com o G1, os senadores definiram que vão aguardar a deliberação do plenário da Corte sobre o caso. A decisão foi tomada em uma reunião com Renan, que teria garantido ter respaldo jurídico para não assinar a notificação sobre a determinação de Marco Aurélio. Essa seria uma estratégia do peemedebista para se manter no cargo ao menos até esta quarta (7), quando o STF deve julgar seu recurso. Os demais integrantes da Mesa aconselharam o presidente a cancelar a sessão de votações desta terça (6), assim como a sessão conjunta do Congresso Nacional e o jantar de confraternização natalina, que ocorreria na residência oficial de Renan. O peemedebista se recusou a receber o oficial de Justiça para assinar o documento, e o agente aguarda deste às 9h desta terça em uma antessala da Presidência do Senado para entregar a notificação. (A Tarde)

Nenhum comentário: