sexta-feira

Brasil: Instituições financeiras reduzem taxas após queda da Selic


A decisão do Banco Central em reduzir 0,75 ponto percentual na taxa Selic, que passou de 13,75% ao ano para 13%, começou a estimular cortes também nas taxas de juros praticadas por instituições financeiras. O Bradesco e o Banco do Brasil (BB), dois dos principais bancos do país, anunciaram taxas menores para pessoas físicas e jurídicas. O Bradesco informou ainda que todo o portfólio de cartões de crédito terá redução das taxas em 6 pontos base. No caso do BB, o rotativo terá queda de quatro pontos percentuais. Nos dois bancos, as quedas estão acima da Selic. No entanto, para a Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac), o corte ainda é tímido. Segundo o presidente da entidade, Miguel de Oliveira, isoladamente a redução não vai ser suficiente para estimular o consumo, como deseja o governo. “De forma direta, o impacto é pequeno e os juros continuam muito altos. Mas a sinalização destas quedas em sequência já traz um alento para a economia *Correio24hs

Nenhum comentário: