terça-feira

Com oposicionistas, Nilo contabiliza 32 votos na disputa à presidência da AL-BA

Nilo tenta emplacar sexto mandato à frente da AL-BA (Foto Bahia em Pauta) 

Candidato à reeleição, o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Marcelo Nilo (PSL), disse hoje ter 32 votos para manter-se no comando do legislativo estadual. Além de apoios de parlamentares do PSB, PT, PCdoB e PSL, dentre outras legendas do arco de alianças governistas, o dirigente coloca na conta dos apoios os votos dos oposicionistas Targino Machado (PPS) e Samuel Júnior (PSC). Os 32 votos dão a maioria para que Nilo seja reconduzido à presidência. O parlamento baiano tem 63 cadeiras. Do outro lado do ringue, os adversários em 2 de fevereiro serão Luiz Augusto (PP) e Ângelo Coronel (PSD). Augusto disse, na semana passada, que Nilo estava blefando quando dizia já contar com 29 votos. Hoje, Nilo comemorou as declarações públicas de apoio de Reinaldo Braga, ex-presidente da AL-BA, e de Jurandy Oliveira, ambos do PSL do candidato à reeleição. Nilo disse ter recebido com “responsabilidade e re

Nenhum comentário: