quinta-feira

Morre Marisa Letícia, ex-presidente Lula autoriza doação de órgãos

A ex-primeira dama Marisa Letícia (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva autorizou o início dos procedimentos de doação de órgão de sua esposa Marisa Letícia Lula da Silva. Ela estava internada na UTI do hospital Sírio Libanês desde a terça-feira, dia 24 de janeiro, após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC) em sua casa, em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista. Segundo informação confirmada pelo ex-presidente Lula em sua conta de Facebook, a família já autorizou o início do procedimento de doação dos órgãos. Na mensagem, ele agradece as demonstrações de apoio dos últimos dias. O AVC aconteceu em decorrência da ruptura de um aneurisma cerebral (dilatação de uma artéria ou veia que irriga o cérebro). Inicialmente, Marisa foi atendida no Hospital Assunção, em São Bernardo do Campo, São Paulo, onde se diagnosticou o AVC. Depois, foi encaminhada ao Hospital Sírio Libanês, na capital paulista.  Após o atendimento de emergência, ela foi submetida à embolização (estancamento) do aneurisma para conter a hemorragia. Também foi instalado um cateter para drenar o sangue que se espalhou pelo cérebro e para medir a pressão intracraniana. Esse aneurisma já havia sido diagnosticado há 10 anos, mas, como era pequeno, na época os médicos avaliaram que não era necessária uma cirurgia.  Desde que recebeu o tratamento para conter o AVC, Marisa esteve em coma induzido na UTI do Sírio Libanês. Na segunda-feira, dia 30 de janeiro, foi detectada, em um ultrassom, a presença de trombose venosa profunda dos membros inferiores em Marisa. Os médicos realizaram a passagem de um filtro de veia cava inferior com o objetivo de prevenir a ocorrência de embolia. (Exame.com)

Nenhum comentário: