quarta-feira

Relatório da reforma trabalhista é aprovado pela comissão especial da Câmara

A matéria será colocada em pauta para votação na quarta (26).

A comissão especial criada para analisar a reforma trabalhista na Câmara dos Deputados aprovou por 27 votos a 10 e nenhuma abstenção, nesta terça-feira (25), o parecer do deputado Rogério Marinho (PSDB-RN). Foram feitas ressalvas aos destaques incluídos no relatório durante a discussão. Entre os partidos que têm representação na comissão especial, PT, PDT, PCdoB, PSOL, PSB, PEN e a liderança da minoria orientaram voto contra o parecer do relator Marinho. Para a oposição, a proposta retira direitos dos trabalhadores e precisa ser mais discutida. Para os governistas, a proposta já foi amplamente debatida e contribuirá para modernizar as relações de trabalho e estimular a geração de empregos. O Projeto de Lei (PL) 6.787/2016, que altera diversos pontos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) tramita em regime de urgência e agora segue para análise do plenário da Câmara. Segundo o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a matéria será colocada em pauta para votação na quarta (26). Como se trata de um projeto de lei, para ser aprovado em plenário, basta o apoio da maioria simples dos deputados presentes na sessão. Se aprovada, a proposta seguirá para o Senado. *Agência Brasil

Nenhum comentário: