quarta-feira

Gongogi: Câmara rejeita contas de Sapão e torna ex-prefeito inelegível

Sapão está inelegível por 08 anos (Foto: Ubatã Notícias) 

A Câmara Municipal votou, nesta terça-feira (30), as contas da Prefeitura de Gongogi referentes ao exercício financeiro de 2013 e também 2014, sob a responsabilidade do ex-prefeito Altamirando Santos (PDT), o Sapão. As duas contas possuíam parecer emitido pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) opinando pela rejeição. Por 6 votos a 3 a Câmara aprovou as contas do exercício 2013; e por 5 votos favoráveis e 4 contrários as contas de Sapão do exercício 2014 foram reprovadas. Para reverter o parecer do TCM Sapão precisa de 2/3 dos votos do legislativo, o que não ocorreu. Nos dois exercícios analisados, Sapão era acusado de cometer graves irregularidades à frente da gestão municipal, a exemplo de não investir o mínimo necessário em saúde e educação, gastos excessivos com combustível e locação de veículos, ausência de processos licitatórios, gastos excessivos com assessorias e pagamentos de diárias sem informação sobre a motivação. Com a decisão da Câmara, Sapão, que foi condenado a devolver mais de R$ 2 milhões em multas e ressarcimentos e tem 7 contas rejeitadas de 7 analisadas pelo TCM, fica inelegível por 08 anos. *Blog do Ubatã Notícias

Nenhum comentário: