quarta-feira

Jequié: Câmara Municipal toma medidas de austeridade e congela os salários dos vereadores

(Foto reprodução) 

A Câmara Municipal de Jequié aprovou por unanimidade na sessão de terça-feira (16/MAIO/2017), Projeto de Resolução nº 01/2017, da Mesa Diretora da Casa, dispondo sobre a suspensão temporária do aumento dos subsídios dos vereadores previsto na Lei Municipal nº 2008 de 03 de janeiro de 2017 e ainda do Secretário Administrativo (AS1), Controlador Geral (CG1) e Secretário de Gabinete (SG1). Parecer conjunto das Comissões de Justiça e Finanças, subscrito pelos relatores, vereadores Soldado Gilvan Souza Santana – Soldado Gilvan e Jackson Roberto Rocha Souza – Beto de Lalá foi favorável à aprovação do texto, que mantém os subsídios do legislativo municipal nos valores atuais até dezembro deste ano. O presidente da Câmara, vereador Emanuel Campos da Silva – Tinho, justificou que a decisão foi tomada em comum acordo pelos vereadores, como base a grave crise financeira e econômica por que passa toda a nação e em particular o município de Jequié, “o que recomenda a todos os Poderes da República, em todos os níveis, do uso parcimonioso dos recursos públicos’: Outras medidas de austeridade e, visando a contenção de gastos na Câmara Municipal de Jequié, também estão sendo adotadas, de acordo com o presidente Tinho, a exemplos do desconto nos subsídios de faltas não justificadas, suspensão de diárias, diminuição do número de consultorias e a redução dos gastos mensais de combustível. (Júnior Mascote)

Nenhum comentário: