sábado

“Temer é o chefe da quadrilha mais perigosa do Brasil”, declara Joesley Batista



Um dos donos do grupo J&F, Joesley Batista, falou nesta quinta-feira (16), em entrevista exclusiva à Revista Época, sobre a sua relação com o presidente Michel Temer e afirmou que ele é “o chefe da quadrilha mais perigosa do Brasil”. O empresário contou à publicação como conheceu Temer e declarou que ele era o líder do esquema que tinha por trás nomes como Eduardo Cunha, Geddel Vieira Lima, Eliseu Padilha e Moreira Franco. “O Temer é o chefe da Orcrim da Câmara. Temer, Eduardo, Geddel, Henrique, Padilha e Moreira. É o grupo deles. Quem não está preso está hoje no Planalto”, disse. Joesley falou, ainda, que o grupo é perigoso e que, em função disso, nunca bateu de frente com eles.  “Essa turma é muito perigosa. Não pode brigar com eles. Nunca tive coragem de brigar com eles. Por outro lado, se você baixar a guarda, eles não têm limites. Então meu convívio com eles foi sempre mantendo à meia distância: nem deixando eles aproximarem demais nem deixando eles longe demais. Para não armar alguma coisa contra mim. A realidade é que esse grupo é o de mais difícil convívio que já tive na minha vida. Daquele sujeito que nunca tive coragem de romper, mas também morria de medo de me abraçar com ele”, disse o empresário.

Nenhum comentário: