quinta-feira

Barra do Rocha: Sindicato dos Produtores Rurais inicia curso técnico do Programa PRO-SENAR Cacau

Curso técnico beneficia 20 (vinte) pequenos cacauicultores de Barra do Rocha

Em parceria com o Sistema FAEB/SENAR/CNA, o Sindicato dos Produtores Rurais de Barra do Rocha iniciou no último dia 11 de julho o curso de capacitação técnica para 20 (vinte) pequenos cacauicultores, selecionados pelo perfil de Empresários Rurais, tendo como objetivo a melhoria da produção, aperfeiçoamento nas áreas de gestão e gerenciamento das suas propriedades. Intitulado como PROGRAMA PRO SENAR – LAVOURA CACAUEIRA, o curso tem duração de 16 (dezesseis) meses e contará com o auxilio de profissionais capacitados e técnicos envolvidos neste Programa. 

Durante aula inaugural, estiveram presentes a presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Barra do Rocha, a Srª Lucila Leite; o Supervisor do SENAR, o Veterinário Dr. Luciano Wanderley; o Técnico Agrícola, Edvaldo Alves Filho (responsável pelo curso); do Secretário de Meio Ambiente e Agricultura, Sr. Gabriel Leite; entre outras autoridades. O professor Sinval Menezes, Administrador de Empresas, é o responsável pelas aulas iniciais relativas a construção do planejamento e gestão das propriedades envolvidas no programa. No decorrer das atividades, os produtores terão consultorias, com agrônomos e outros profissionais que tenham envolvimento com a Cadeia Produtiva da Lavoura Cacaueira.  
Aulas teóricas estão sendo ministradas no Sindicato dos Produtores Rurais

“Seguiremos trabalhando para oferecer melhores dias para os produtores rurais de Barra do Rocha. Este curso técnico será apenas o inicio de muitas capacitações que estão por vir, fortalecendo as ações da lavoura cacaueira e trazendo melhores dias para o homem do campo”, destacou a presidente Lucila Leite. O Programa Pro Senar Cacau não gera nenhum custo para os produtores e tem um investimento estimado em R$ 120 mil reais, uma conquista para o município de Barra de Rocha graças ao empenho, regularização e trabalho do Sindicato dos Produtores Rurais. (BR News)

Nenhum comentário: