terça-feira

Governo do Estado deve assumir o Aeroporto de Ilhéus

O Estado assumiria o aeroporto, mas o terminal seria administrado por uma empresa privada

A construção de um novo aeroporto de Ilhéus pode demorar ainda mais para sair do papel. Com mais de 70 anos, o terminal existente enfrenta problemas sob a gestão da Infraero e prefeitura e governo estadual iniciaram gestões para assumir o Jorge Amado. O Estado assumiria o aeroporto, mas o terminal seria administrado por uma empresa privada. A gestão foi assunto de reunião do prefeito Mário Alexandre (Marão) e do secretário de Infraestrutura, Transporte e Trânsito de Ilhéus, Hermano Fahning, com o secretário de Infraestrutura da Bahia, Marcus Cavalcanti. De acordo com Marão, o aeroporto seria assumido por uma empresa por meio de parceria público-privada (PPP). “Com a mudança, além de investimentos técnicos, ampliamos nossa capacidade de gerar novos empregos na área de serviços através de parcerias público-privadas”, assegura Marão. O prefeito ilheense cita prejuízos acumulados pela Infraero e a capacidade da empresa em investir em aeroportos. Nos últimos dois anos, o prejuízo atingiu R$ 3,67 bilhões. Segundo ele, 70% dos terminais sob administração da Infraero são deficitários. “Diante de parcos recursos para investimento, não há como competirmos por recursos com os grandes aeroportos nacionais que também precisam de dinheiro para aplicar em modernização”, reconhece. O prefeito acredita que as mudanças não afetam outro projeto, o de construção do aeroporto internacional. *Blog do Pimenta

Nenhum comentário: