quarta-feira

Doença diagnosticada em mula preocupa fazendeiros na região sul da Bahia

A doença não tem cura e pode ser transmitida para humanos. (Foto: Reprodução/TV Santa Cruz)

A mula de uma fazenda na zona rural de Ilhéus morreu após contrair mormo, uma doença que não era registrada na Bahia há cinco anos. De acordo com a Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), o animal ficava com outros dez cavalos e mulas que precisaram passar por exames, mas ainda não há detalhes sobre os resultados das análises. A doença, conforme a agência, não tem cura e pode ser transmitida para humanos. "O mormo é uma doença bacteriana, a Burkholderia mallei. Ela pode ser transmitida de um animal doente para um animal sadio através das secreções das descargas nasais que contaminam o alimento e a aguada", explicou Luciano Santana, veterinário da Adab.  Por conta da morte da mula, os técnicos da Adab intensificaram as visitas nas fazendas da região para saber se existem novos animais com mormo.  Mais informações no Giro ».

Nenhum comentário: