segunda-feira

Cinco empresas estão de olho na Ponte Salvador-Itaparica



Cinco empresas já se habilitaram para participar do pregão para construção da ponte Salvador-Itaparica, conta o secretário João Leão. Da China estão interessadas três: CRBC, Crec4 e CR20. Mas a Camargo Corrêa – que integra a CCR, que explora o metrô de Salvador – também estuda o projeto, e a OAS. Pregão deve ocorrer em março de 2018.

Leão, que esteve em Portugal recentemente, está atraindo a empresa Teixeira Duarte para se habilitar. Também deve conversar com a Vinci, a que venceu o leilão para administrar o aeroporto. Já está certo que a Caixa Econômica será o banco oficial da PPP. Nos bastidores comenta-se que os chineses levam vantagem.  

Economia 

A ideia é implementar o sistema de concessão remunerada como o que ocorre na ponte Vasco da Gama, em Lisboa. Projeta-se um número médio de carros/dia que devem passar pela ponte. Se passar menos, o estado dá a diferença. Se passar mais, desconta-se do mês que girou menos. Para fluir bem, diz Leão, é preciso garantir pelo menos 50 mil veículos/dia.

Nenhum comentário: