segunda-feira

Eunápolis e Porto Seguro: Justiça nega pedidos e prefeitos continuam afastados


O Superior Tribunal de Justiça negou nesta segunda-feira (13) os pedidos da prefeita de Porto Seguro, Cláudia Oliveira (PSD) e seu marido e também prefeito de Eunápolis, Robério Oliveira (PSD) para retornarem aos cargos. No início do mês eles foram afastados dos cargos após Operação Fraternos, da Polícia Federal.  Cerca de 250 policiais federais, com apoio de 25 auditores da Controladoria-Geral da União e de membros do Ministério Público Federal, cumprem, nos estados da Bahia, São Paulo e Minas Gerais, 21 mandados de prisão temporária, 18 de condução coercitiva e 42 de busca e apreensão, expedidos pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região. 

As investigações apontam que as prefeituras envolvidas contratavam empresas relacionadas ao grupo familiar para fraudar licitações, simulando a competição entre elas. Após a contratação, parte do dinheiro repassado pelas prefeituras era desviado, utilizando-se de “contas de passagem” em nomes de terceiros para dificultar a identificação do destinatário final dos valores arrecadados, que, em regra, retornavam para membros da organização criminosa, inclusive através repasses a empresa de um dos prefeitos investigados. Essas mesmas empresas também eram utilizadas para a lavagem do dinheiro ilicitamente desviado. (Bocão News)

Nenhum comentário: