terça-feira

Três são presos por desvios de R$ 20 milhões em prefeituras baianas

Documentos, celulares, planilhas foram apreendidos (Foto: Divulgação) 

Três pessoas foram presas temporariamente e seis mandados de busca e apreensão foram cumpridos durante a 6ª fase da Operação Adsumus, deflagrada pelo Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) nesta segunda-feira (18). A ação teve como objetivo apurar crimes contra a administração pública, fraudes em licitações e contratos praticados entre os anos de 2012 e 2016 nas prefeituras de Muritiba e Santo Amaro, na região do recôncavo da Bahia. Os promotores de Justiça registraram que cerca de R$ 20 milhões foram desviados dos cofres públicos no período investigado. Outros dois alvos de prisão temporária ainda não foram encontrados, segundo informações do MP-BA. Foram apreendidos documentos, planilhas de propinas, comprovantes de depósitos bancários e de transações financeiras, celulares e outros objetos eletrônicos. Os nomes dos alvos dos mandados não foram divulgados. Os mandados foram cumpridos nas cidades de Salvador, Lauro de Freitas e Cruz das Almas. A operação foi realizada por intermédio Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas e Investigações Criminais (Gaeco), da 1ª Promotoria de Justiça de Santo Amaro e da Promotoria de Justiça de Muritiba. Os envolvidos responderão pelos crimes praticados contra administração pública, fraudes em licitações e contratos. (G1)

Nenhum comentário: