quinta-feira

Maia diz que Alckmin e Meirelles não se elegem e reduz chances de Bolsonaro

Rodrigo Maia é presidente da Câmara Federal (Foto: Agência Brasil)

O presidente da Câmara e provável futuro candidato à Presidência da República, Rodrigo Maia (DEM), afirmou nesta quarta-feira (7) que as chances de o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, vencer as eleições presidenciais são poucas. De acordo com ele, o motivo é a rejeição dos eleitores ao PSDB. A declaração foi dada durante evento realizado pelo banco BTG Pactual, em São Paulo. Segundo a coluna Radar, da revista Veja, Maia também não deu muito crédito para o ministro da Fazenda Henrique Meirelles (PSD), que também deve ser candidato ao Planalto. Para ele, a rejeição ao governo Temer deve derrubar suas intenção  de voto. Outro que também virou alvo da metralhadora de Maia foi o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ). Segundo o presidente da Câmara, o parlamentar será afetado pela rejeição das legendas, inclusive o PSL, que será seu novo partido. (Bahia Notícias)

Nenhum comentário: