segunda-feira

Rodrigo Maia vai engavetar reforma da Previdência se texto não reunir votos no prazo

Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil 

Sem perspectiva de o governo angariar os votos necessários para aprovar a reforma da Previdência, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, pretende engavetar o projeto e transferir o prejuízo da reforma ao Palácio do Planalto. Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, caso não ocorra o apoio de 308 dos 513 deputados para aprovar a proposta, o parlamentar não deve agendar uma nova data para a apreciação do projeto. O discurso adotado será de que a reforma ficará como “legado” para o novo presidente da República. A medida se deve à irritação com as declarações do presidente Michel Temer dizendo "ter feito sua parte" para que a reforma avançasse no Congresso. Diante disso, caso não haja votos suficientes, o deputado planeja fazer um discurso duro, criticar a articulação do Planalto.

Nenhum comentário: