quinta-feira

Cacauicultura baiana conquista selo de origem

O pedido pelo reconhecimento foi feito pela Associação dos Produtores de Cacau do Sul da Bahia

A região cacaueira da Bahia comemora mais uma vitória histórica. As amêndoas de cacau do sul do estado tiveram sua originalidade reconhecida pelo registro de Indicação Geográfica (IG), na espécie Indicação de Procedência (IP), concedido nessa terça-feira, 24 de abril, pelo Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI). O registro foi publicado nesta terça-feira (24) na Revista de Propriedade Industrial (RPI) nº 2468. A busca por esse selo foi iniciada em 2014, mas as discussões sobre assunto começaram há mais de 10 anos. O pedido pelo reconhecimento foi feito pela Associação dos Produtores de Cacau do Sul da Bahia (APC), que liderou um movimento em prol do cacau, formado por representantes do setor produtivo, governo do Estado e instituições ligadas à cadeia, entre essas a Federação da Agricultura e Pecuária da Bahia (Faeb), o Senar Bahia e os Sindicatos dos Produtores Rurais da região.

Nenhum comentário: