quinta-feira

Governo anuncia acordo com caminhoneiros e que greve estava suspensa por 15 dias

Oito entidades que representam caminhoneiros assinaram o acordo com o governo

Após sete horas de reunião, o governo e um grupo de representantes de caminhoneiros anunciaram um acordo para suspender, por 15 dias, a paralisação que afeta estradas de 25 estados e do Distrito Federal. O acordo foi anunciado pelo ministro Eliseu Padilha (Casa Civil) em entrevista coletiva, na noite desta quinta-feira (24). Oito entidades assinaram o acordo com o governo. A Unicam (União Nacional dos Caminhoneiros) não assinou o documento e a Abcam (Associação Brasileira dos Caminhoneiros) deixou a reunião na metade. Pelo acordo, a paralisação dos caminhoneiros, que afeta estradas de 25 estados e do Distrito Federal, ficará suspensa por 15 dias. Na reunião, além de se comprometer a zerar a Cide sobre o diesel -- medida já anunciada na terça (22) --, o governo se comprometeu a ressarcir a Petrobras para que a estatal estenda por um mês o desconto de 10% sobre o preço do diesel na refinaria. Essas renovações, a cada 30 dias, serão sucessivas até o fim do ano e, segundo estimativa do governo, a Petrobras receberá cerca de R$ 5 bilhões. *Com informações da Folha

Nenhum comentário: