segunda-feira

Venda de carros de 4 a 8 anos de uso cresce em mais de 83%


O cenário de retomada da economia junto com as quedas consecutivas da taxa básica de juros (Selic) - que estacionou no 6,5% ao ano - vem animando o setor automotivo, sobretudo, o mercado de seminovos. Dados da Federação Nacional das Associações dos Vendedores de Veículos Automotores (Fenauto) registraram, na Bahia, crescimento de 19,5% nas vendas de autos leves na comparação entre os meses de abril deste ano e de 2017. No entanto, ao invés de seminovos com 0 a 3 anos de uso e baixa quilometragem, a procura maior tem sido pelos seminovos jovens com 4 a 8 anos de uso. Enquanto a vendas do primeiro grupo caíram 42,2%, os mais velhos cresceram quase o dobro em um ano, com aumento de 83,3%. Para o presidente da Fenauto, Ilídio dos Santos, a explicação é uma só: preço. CORREIO.

Nenhum comentário: