quarta-feira

Campanha de empresários visa gerar 500 mil empregos na Bahia

Lançamento da campanha ocorreu durante almoço na Casa do Comércio, em Salvador

Com expectativa de criar pelo menos 500 mil empregos no estado e 5 milhões em todo o país, industriários e comerciários baianos participaram do lançamento de uma campanha nacional contra o desemprego nesta terça-feira (13), em Salvador. O movimento, criado na Bahia, e que deve ter até uma plataforma digital chamada Empregômetro (ver mais abaixo), estimula que cada empresa do país contrate, a partir do dia 2 de janeiro de 2019, pelo menos um funcionário com carteira assinada. Até agora, 50 mil empresas baianas já aderiram à campanha e outros 17 estados também estão participando. "Nós esperamos que, com a divulgação, 500 mil façam essa adesão no estado", afirmou Juan Lorenzo, vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), presidente do Grupo Indeba. A campanha – que os idealizadores fizeram questão de frisar que é apartidária – surgiu com uma inquietação do diretor do Sindicato da Indústria de Cosméticos e Perfumaria do Estado da Bahia (Sindcosmetic-BA) e diretor suplente da Fieb, Carlos Alberto Barduke. *CORREIO

Nenhum comentário: