sexta-feira

Prefeitos baianos desistem de fechar as portas como forma de protesto

Gestores participam de Encontro em Guarajuba (Foto:Bocão News) 

Os gestores baianos decidiram por não fecharem as prefeituras este ano, diferentemente do que ocorreu em 2013 e 2014, quando paralisaram os serviços administrativos das prefeituras para chamar a atenção do Congresso Nacional e da sociedade sobre a crise financeira dos municípios.  No ano passado, praticamente todas as 417 sedes do Executivo fecharam durante um dia e realizaram um evento na UPB.  De acordo com a presidente da entidade, "nada vai adiantar". Já o prefeito de Andarai, Wilson Cardoso (PSB), chamou a atenção para priorizar o repasse aos municípios. "Enquanto o governo federal gasta, os municípios pioram". Durante a assembleia dos prefeitos, está deliberada uma reunião com o governador Rui Costa (PT) para que ele contribua no repasse. O chefe do Palácio de Ondina, inclusive, foi criticado pelo prefeito de Uaua, Olimpio Filho (PDT), por não se reunir com os prefeitos. O pedetista apoiou o petista em 2014. *Informações do Bocão News.

Nenhum comentário: