terça-feira

Ibirataia / Barra do Rocha: Vídeos difamando jovens circulam em aplicativo de celular


Os vídeos começaram a circular via whatsApp a menos de um mês nas cidades de Ibirataia e Barra do Rocha, o conteúdo publicado tem fotos das vítimas e a legenda agressiva de ofensas, outros ainda de conteúdo mais grave, exibe fotos de meninas sem roupas, e outros até revelam o rosto de algumas meninas durante o ato sexual.  Não se sabe se o autor de ambos os vídeos é a mesma pessoa. O conteúdo publicado é crime, e possui algumas diferenças entre suas classificações, como por exemplo:  

Difamação (art. 139 do código penal): É difamar alguém, dizendo algo que seja ofensivo à sua reputação. A pena é de três meses a um ano, além de multa. Falar de traições ou se alguém é ninfomaníaco, por exemplo. 

Injúria (art. 140 do código penal): Ofender a dignidade ou o decoro de alguém. A pena é de um a seis meses ou multa. Aqui, na prática, é qualquer xingamento. Chamar alguém de “rameira”, “puta”, etc, pode ser enquadrado aqui. 

Falsa identidade (art. 307 do código penal): Fazer um perfil fake para causar dano a imagem de alguém pode levar de três meses a um ano de detenção.  

Como todo crime, tem que ser denunciado, nesse caso específico, é importante que antes da denúncia a vítima salve todas as provas do crime (fotos, vídeos, aplicativo e/ou rede social publicados…), vá a um cartório com essas provas e faça uma declaração de “fé pública” ou uma ata notarial do conteúdo ilegal/ofensivo, isso prova que o crime em questão realmente existiu. No caso de vídeos compartilhados em Whattsapp, a investigação é um pouco mais complicada de se chegar ao propósito final, descobrir o culpado, o autor da “brincadeira”. 

O  caso deve ser encaminhado para para a Delegacia de Investigações Gerais (DIG), e em seguida será solicitado uma autorização judicial para a quebra do sigilo do IP dos aparelhos das vítimas para poder chegar até o IP do suspeito, que está jogando esses vídeos no WhatsApp. Por isso a importância que todas as vítimas denunciem, para que as devidas providências sejam tomadas o quanto antes. (Panorama Ipiaú)

Nenhum comentário: